terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Um Santo Natal

Sempre que se entra na época natalicia, há qualquer coisa que nos invade o espirito. Lembramo-nos, ironicamente ou não, dos familiares, amigos ou simplesmente conhecidos com quem não trocamos uma única palavra durante o ano mas que nesta altura são lembrados nas mensagens enviadas em massa e que de pessoais têm muito pouco.

O espirito consumista sai à rua, não sou excepção à regra, mesmo numa altura de crise sabe sempre bem receber uma prendinha. Seja o que for que vem lá dentro o barulho do papel de embrulho a rasgar desperta-me sempre a criança que há em mim.

Agora que sou pai, mais gozo me dá. Ver os miúdos abrirem os presentes com um brilhozinho nos olhos e uma felicidade inerente que se espalha a todos que os rodeiam ainda sem a noção da crise mundial que decorre e das privações que algumas crianças de mesma idade passam.
Quando achar que será a altura adequada para tal irei mostrar-lhes essas dificuldades, para que tenha a noção que nem tudo é um mar de rosas.

Mas voltando ao assunto inicial.
Desejo a todos vós, familiares, amigos, seguidores deste blog um Santo e Feliz Natal. Mesmo que sem prendas pelo menos com a presença de todos aqueles que vos querem bem e com muita saudinha!

1 comentário:

Maria João disse...

Paulinho:
Que o brilhozinho dos olhos dos teus filhos, ilumine sempre a tua vida e consigas ser o homem forte do leme da vida deles.
Um Santo Natal também para ti e todos os teus!